Catarinense Giassi aposta em programas de cunho social

Avaliação:

(2 Avaliações)

Por Rafael Faustino - 01/10/2015

Conheça os frutos que a rede colhe ao contribuir com instituições beneficentes

Responsabilidade social levada ao pé da letra e participação ativa em ações para o bem-estar da comunidade local. Em muitos casos, iniciativas como essas são apenas propagandas vazias. Mas a rede Giassi, com 14 lojas em Santa Catarina, conta com ações sociais que fazem parte do seu dia a dia. Por meio delas, contribui anualmente com mais de meio milhão de reais para instituições de apoio social do Estado e colhe os frutos em reputação entre a população catarinense.

O troco solidário é uma dessas iniciativas. Nas lojas do Giassi, sempre que o valor é inferior a cinco centavos, as operadoras de caixa perguntam ao cliente se gostariam de doá-lo. Posteriormente, os valores são encaminhados a entidades que ajudam pessoas em situação de risco. Parece pouco, mas em 2015 já foram arrecadados pelas 14 unidades mais de R$ 76 mil, segundo Zefiro Giassi, fundador e presidente da rede supermercadista. Desde 2009, quando o Troco Solidário foi implementado, já foram quase R$ 400 mil doados a mais de 40 instituições.

"As próprias lojas escolhem as entidades em suas cidades. Nós apenas validamos e fazemos um controle para ter certeza de que elas estão dentro do perfil que ajudamos", afirma Zefiro. Algumas são rejeitadas por serem focadas, por exemplo, em animais. "Sabemos que também é uma causa nobre, mas nossa prioridade é ajudar seres humanos com necessidades", explica o empresário.

Além do benefício social, o troco solidário também contribui para o Giassi minimizar um problema que aflige muitos supermercados: a falta de troco. "É um incentivo para o cliente, pois ele percebe a boa ação que está realizando, e ainda nos ajuda com essa questão operacional", lembra o presidente da rede.

Outra ação tem a colaboração de mais supermercados catarinenses e também da indústria. No Abraça SuperAção – do qual também participam Angeloni, Bistek, Manentti e Martins –, todos os meses um fornecedor de determinada categoria é escolhido para expor seu produto com maior destaque nas lojas das redes. Em troca, o fabricante doa um valor fixo e também um percentual sobre as unidades vendidas daquele produto para o Bairro da Juventude, instituição de Criciúma (SC) que ajuda crianças e jovens com apoio psicossocial e educação.

"Damos à marca pontas de gôndola, espaço na loja e também nos encartes, além de outras mídias de divulgação. O valor da doação sai da margem deles, não da nossa, que continua igual", conta Zefiro. No mês de junho, por exemplo, foram dois tipos de macarrão instantâneo da Nissin que participaram. Com o sucesso da ação, há até disputa entre as indústrias para participar do programa, segundo o presidente do Giassi. "Já temos um calendário inteiro definido para este ano", comemora. Com a iniciativa compartilhada com os outros supermercados, Zefiro também destaca o intercâmbio de informações entre as redes locais, o que gera uma concorrência mais leal entre elas.

Há ainda outras participações pontuaisem apoio à comunidade local. Em maio deste ano, a empresa patrocinou o Pedágio Solidário, da Rede Feminina de Combate ao Câncer, da cidade de Içara. "Também estamos presentes em eventos das igrejas locais. Evitamos ao máximo dizer não aos pedidos de ajuda", diz Zefiro. E não são poucas as solicitações, de acordo com ele. "Todo dia chegam novos pedidos das lojas. Tenho um tempo reservado de manhã só para ver isso", diz.

Essa reputação de empresa preocupada com o bem-estar da comunidade acaba refletindo na visão dos consumidores da rede. O Giassi venceu nos últimos dez anos o prêmio Top of Mind para supermercados da região Sul, concedido às empresas que são lembradas espontaneamente pelo público em cada segmento. "Fazemos essas ações apenas para ajudar quem precisa. Mas esse reconhecimento não deixa de ser uma consequência", afirma Zefiro Giassi.

Lembrado pelos consumidores, o supermercado vem conseguindo crescer mesmo num ano de crise quase que generalizada. No primeiro semestre, o Giassi teve crescimento real de 3%. É a recompensa para quem não pensa apenas em si próprio.O Giassi também participa de iniciativas pontuais. Em maio deste ano, patrocinou o Pedágio Solidário, que ajudou a Rede Feminina de Combate ao Câncer, da cidade de Içara

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Nos últimos 5 anos, quantas vezes a sua empresa teve prejuízo por causa de cargas que foram roubadas a caminho do seu supermercado?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade