As profissões que estarão em alta em 2016

Avaliação:

(7 Avaliações)

Por Redação SM - 28/12/2015

O setor tecnológico e de análise de dados são alguns dos exemplos

A partir de análises de mercado, a consultoria Michael Page, especializada em recrutamento de média e alta gestão, aponta as profissões que impulsionarão as contratações no próximo ano. O estudo mostra que as empresas darão prioridade a profissionais com larga experiência, que consigam agregar eficiência ao negócio.

Conheça algumas dessas profissões e a faixa salarial de cada uma, segundo Henrique Bessa, diretor da consultoria.

Gerente/Coordenador de Infraestrutura de TI

O que faz: É responsável por toda a gestão de infraestrutura de TI – telecomunicações, suporte (service desk) e data center

Perfil: Formação em sistemas/ciência da informação. Pós-graduação é um diferencial

Por que estará em alta: A infraestrutura de TI afeta diretamente a eficiência operacional das empresas e traz redução de custos. Eficiência e custos são dois dos principais objetivos das organizações no próximo ano.

Salário: R$ 12 mil a R$ 16 mil  

 

Gerente/Coordenador de Plataformas Mobile e Web

O que faz: Lidera equipe de desenvolvedores de aplicativos e de ferramentas web, para aproximar o usuário da marca/empresa

Perfil: Para web, conhecimento no desenvolvimento em Java, Groovy, DevOps, entre outras tecnologias. Para mobile, conhecimentos IOS e Android, entre outros

Por que estará em alta: Hoje existe uma tendência, inclusive no varejo, de criar relacionamento com clientes em plataformas on-line e de e-commerce
Salário: R$ 9 mil a R$ 11 mil 

 

Gerente Tributário

O que faz: Garante que a empresa esteja em dia com as obrigações fiscais, além de dar suporte em consultoria tributária e manter foco no estudo de incentivos, regimes especiais e novas legislações. Isso para reduzir a carga tributária e aumentar a eficiência do negócio

Perfil: Formação em Contábeis ou Direito, com especializações em direito tributário e bom domínio do inglês

Por que estará em alta: Por conta das frequentes alterações na legislação brasileira e pelos novos projetos em fase de implementação, como o e-Social

Salário: R$ 12 mil a R$ 17 mil  

 

Controller

O que faz: Acompanha toda a operação financeira da empresa, cria relatórios e indicadores

Perfil: Graduado em Ciências Contábeis, Administração de Empresas ou Economia (para estas duas últimas formações, é fundamental ter desenvolvido base contábil técnica ao longo da carreira)

Por que estará em alta: O cenário incerto da economia brasileira demandará maior precisão de informações. Como consequência, o Controller será mais exigido e exposto.
Salário: R$ 16 mil a R$ 21 mil

 

Gerente de Tesouraria

O que faz: Responsável pela gestão e pelo controle da estrutura de capital das empresas. Deve ter bagagem de relacionamento bancário de médio/longo prazo, e de projeção e controle do fluxo de caixa

Perfil: Graduado Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Economia ou Engenharia

Por que estará em alta: É um profissional que poderá baratear o “custo de captação” das empresas, melhorar o nível de relacionamento bancário e trazer operações mais engenhosas do ponto de vista contábil-financeiro

Salário: R$ 16 mil a R$ 25 mil 

 

Gerente de Inteligência de Mercado

O que faz: Gerencia as atividades relacionadas à inteligência de mercado, envolvendo análise de dados sobre concorrência, consumidores, tendências e cenários. Isso para definir políticas e processos e contribuir com informações para as áreas comercial e de marketing

Perfil: Profissionais analíticos e com raciocínio lógico diferenciado, sempre atualizado em relação a tendências, inovações e práticas do mercado

Por que estará em alta: Devido aos novos hábitos de consumo, as empresas necessitam de profissionais seniores e com um papel próximo à finanças, para avaliar o impacto financeiro das mudanças
Salário: R$ 10 mil a R$ 15 mil 

 

Gerente de Marketing Digital

O que faz: Realiza gestão da estratégia digital, atua com prospecção de leads e vendas, faz análise de mercados e tendências, além do suporte consultivo gerencial. Identifica as novas oportunidades de produtos, serviços, informações e soluções
Perfil: Profissionais com conhecimento em experiência do usuário e compra de mídia online, conseguem garantir mais e melhores acessos ao site e, assim, melhorar a taxa de conversão e vendas
Por que estará em alta: Em um momento em que o digital ganha cada vez mais espaço no mercado, o profissional de marketing com conhecimento em online se destaca por conhecer os melhores processos e as melhores ferramentas

Salário: R$ 10 mil a R$ 14 mil  

 

Gerente de Logística

O que faz: Controla, organiza e garante a integridade do estoque, faz a gestão de toda a equipe operacional, contrata serviço de manutenção e operação

Perfil: Ideal um engenheiro de produção com pós-graduação em logística

Por que estará em alta: O profissional traz novas avaliações e propostas, além de redução de custos e de garantia de qualidade

Salário: R$ 10 mil a R$ 15 mil  

Veja mais sobre: profissões, 2016

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Você acha que indústrias estão tirando mais produtos de linha, ou seja, descontinuando marcas em algumas categorias?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade