Nestlé quer crescer de 2% a 4% no Brasil em 2017

Avaliação:

(6 Avaliações)

17/02/2017

A empresa informou ainda que seu crescimento no País no ano passado deveu-se em parte a linhas novas de produtos



A Nestlé informou que espera um crescimento orgânico (excluindo os efeitos cambiais, aquisições e alienações) de 2% a 4% nas vendas do Brasil neste ano, em linha com as perspectivas de desempenho global em 2017.

No ano de 2016, a companhia reportou “um dígito alto” de crescimento orgânico no Brasil, impulsionado pelo aumento de preços no primeiro semestre, na sequência da depreciação do real.  A Nestlé informou também que as linhas de Nescafé Dolce Gusto e KitKat apresentaram crescimento de dois dígitos nas vendas.

A empresa informou ainda que seu crescimento no País deveu-se em parte a linhas novas, como os cereais Mucilon Iron Plus, Molico Zero Lactose Pó, Nescau Prontinho Zero Lactose, Nesfit pronto para beber, Baton com recheio de morango, Nescau 3.0 (com 33% menos açúcar e mais fibras) e Ninho Levinho Sem Lactose.

Em entrevista recente ao Valor, o vice-presidente-executivo da Nestlé para as Américas, Laurent Freixe, afirmou que vê alguns sinais de recuperação no mercado brasileiro. A companhia informou que pretende investir mais em Montes Claros (MG), na segunda etapa da unidade de Nescafé Dolce Gusto. Em 2016, o investimento no Brasil foi de R$ 400 milhões. A Nestlé também inaugurou em janeiro uma fábrica de ração animal, com investimento de R$ 270 milhões.

Veja mais sobre: Nestlé

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Com a nova lei trabalhista, você acha que os processos movidos por funcionários vão:

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade