Loja independente aposta na ousadia para ampliar negócios

Avaliação:

(3 Avaliações)

Por Viviane Sousa - viviane.sousa@sm.com.br - 08/02/2017

Supermercado de pequeno porte da capital paulista oferece vendas online e drive-thru e poderá se transformar em franquia

“Ter ousadia para crescer”. Esse é o mantra de Gisella da Costa, proprietária do Compraki, supermercado independente localizado na região central da capital paulista. Com 200 m² de área de vendas, nove mil itens no mix e seis funcionários (além da ajuda dos pais), a loja oferece serviços ao público equivalentes aos de grandes redes, como vendas online e drive-thru. “Tive de tomar decisões importantes para aumentar minha competitividade e crescer”, conta. Enquanto muitas empresas têm acumulado prejuízo, a loja fechou no azul em 2016 e há planos para abrir filiais. “O passo seguinte será transformar o Compraki num negócio de franquia”, adianta.

Sem mão de obra, recursos suficientes e conhecimento especializado para iniciar a venda online, ela buscou parceria com uma startup, responsável pela tecnologia e logística. “Disponibilizo meu mix no portal deles e sou avisada quando o cliente realiza a compra. Minha equipe faz a separação e depois alguém vem retirar para fazer a entrega na casa do consumidor”, explica. Segundo Gisella, a startup cobra um percentual baixo sobre o valor de cada compra. “Em um ano e meio, as vendas online já representam quase 10% do faturamento. Estou vendendo mais sem ter trabalho e minha marca ganha visibilidade”, afirma.

Já a operação do drive-thru é feita pela equipe da loja. O cliente faz a compra por telefone ou e-mail e um funcionário separa. Poucas horas depois, a pessoa vai ao supermercado retirar e pagar. A proximidade com o público é outro diferencial do Compraki. Quando um cliente quer um produto que não está no mix, por exemplo, a loja vai atrás.

Atualmente, o supermercado enfrenta dois novos concorrentes na vizinhança. “Minha estratégia é ser forte no que eles não são, como a padaria e o hortifrútis”, diz Gisella. Recentemente, o FLV foi levado para a frente da loja, a fim de atrair maior público. “As pessoas sabem que temos frutas diferenciadas, como pitaya, além de salada de frutas”, conta. Já na padaria, parte da produção é própria. Além dos pães tradicionais, há os especiais, como de cebolinha recheada, salgados e lanches naturais. “É essa experiência de proximidade e amizade com o cliente que pretendo levar para minha franquia”, conclui ela

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

O que você espera para as vendas de Natal deste ano?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade