Pequenas atitudes, grandes mudanças

Avaliação:

(8 Avaliações)

Por Redação SM - redacao@sm.com.br -

Elogiar, admitir erros, compartilhar metas. Ações simples como essas podem fazer a diferença na produtividade da sua equipe

Alto nível de absenteísmo, aumento no número de reclamações de funcionários, piora sensível na aparência do ambiente de trabalho, indisciplina, interrupção da comunicação entre funcionários e gestores são alguns sinais da falta de produtividade. Para reverter esse cenário, que só tende a trazer prejuízos, a empresa multinacional de recrutamento Robert Half criou um manual de como melhorar a produtividade dos funcionários (acesse o arquivo completo no site www.roberthalf.com.br). Confira as dicas a seguir, transforme teoria em prática e ganhe mais.

1- Torne o ambiente de trabalho mais humano
As pessoas trabalham com mais afinco em uma empresa na qual os gestores reconhecem e tratam cada funcionário como um indivíduo.

2- Contrate efetivamente
Tome o tempo que for necessário e se esforce para contratar a melhor pessoa possível para cada vaga. Dê importância especial às realizações passadas de cada candidato em vez de analisar apenas as credenciais ou as responsabilidades dos cargos ocupados. Também é importante reconhecer virtudes básicas, como a sinceridade e o caráter.

3- Aloque os funcionários estrategicamente
Existe uma linha muito tênue entre dar trabalho demais aos seus funcionários e não ocupá-los o suficiente. Mas tenha em mente que a maioria das pessoas tende a utilizar seu tempo de forma mais eficiente quando estão ocupadas do que se estiverem ociosas. Por isso, antes de preencher uma vaga ou acrescentar uma pessoa à equipe, confira se os seus funcionários atuais são capazes de realizar as tarefas. Outra opção é a possibilidade de contratar um funcionário temporário até você entender se realmente precisa de uma pessoa a mais.

4- delegue sempre que possível
Ao delegar uma tarefa, sempre existe algum risco do funcionário não executá-la da maneira que você quer. Pior ainda, ele pode querer que você tome todas as decisões. No entanto, você nunca maximizará a produtividade dos seus funcionários se não estiver disposto a assumir este risco.

5- Descreva os objetivos
Um dos motivos mais comuns para tarefas não serem executadas adequadamente é a falta de orientação e de conhecimento dos objetivos. Ao atribuir uma atividade, ofereça o maior número de detalhes que você puder.

6- Divulgue as metas da empresa
Seus funcionários devem conhecer as metas de curto e longo prazo da empresa. Elas podem ser destacadas em publicações da empresa, quadro de avisos ou cartazes.

7- Promova pessoas de dentro
Com raras exceções, a maioria das empresas de sucesso promove as pessoas de dentro. Isso não significa que você nunca deva contratar alguém de fora, já que isso depende do cargo e dos indivíduos envolvidos. A questão aqui é a política. Promover as pessoas de dentro aumenta a moral e simplifica o processo de contratação. Não deixe escapar os talentos de dentro de sua empresa.

8- Dê o exemplo apropriado<br> O velho ditado “faça o que eu digo, não faça o que eu faço” é ineficiente no meio empresarial. Os gestores devem dar o exemplo dos padrões esperados, como por exemplo, pontualidade, aparência, cortesia com os colegas e disposição para trabalhar horas extras quando necessário. É motivador ver o gestor ajudando nas tarefas corriqueiras num momento de alta pressão.

9- Permita “jogo de cintura” nos projetos
Todo projeto precisa ter um prazo que não sobrecarregue a equipe e que não seja longo a ponto de incentivar a procrastinação. Além disso, prazos curtos podem incentivar as pessoas a desistir. Uma ideia é estabelecer prazos intermediários para projetos de longo prazo e acompanhá-los periodicamente. Trazer os colaboradores para a etapa de planejamento pode gerar comprometimento maior.

10- Elogie frequentemente
Sempre que os funcionários merecerem, elogie. A maioria responde bem a isso, trabalhando com mais afinco. Por outro lado, pessoas que se envolvem, mas não se sentem reconhecidas, tendem a reduzir esforços.

11- Critique com cautela
Comunique à equipe se ela estiver trabalhando insatisfatoriamente. Mas faça isso com tato. Evite criticar um funcionário na presença dos colegas e suavize a forma de falar, concentrando a discussão em desempenho e não na pessoa.

12- Fale a verdade
A produtividade raramente progride em um ambiente de boatos e desconfiança. Mantenha seus funcionários informados sobre quaisquer problemas que possam afetá-los. Crie grupos de discussão entre gestores e funcionários, nos quais haja oportunidade de cada um expressar suas preocupações e opiniões quanto aos problemas da empresa.

13- Saiba como recompensar
As pessoas têm um desempenho melhor quando são recompensadas, o que nem sempre precisa ser feito financeiramente. Folga ou elogios em publicações da empresa são exemplos de compensações sem dinheiro.

14- Diga “não” com tato
Sempre que você for recusar uma solicitação feita por um funcionário – seja um pedido de aumento ou dia de folga –, tome cuidado com a maneira de comunicar sua decisão. Explique os motivos e escolha palavras que não irão constranger o funcionário.

15- Admita seus erros
Reconhecer quando você comete algum equívoco pode motivar a equipe a agir da mesma forma. Lembre-se de que ninguém espera a perfeição – nem mesmo do chefe.

Veja mais sobre: motivação, RH, produtividade

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Com soluções diferenciadas e muitas vezes a um custo mais acessível, as startups têm ajudado empresas de diferentes setores a resolver os problemas mais diversos. Diante disso, você já pensou em ter uma startup como parceira do seu supermercado?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade