Walmart pode vender operação em mais um país

Avaliação:

(12 Avaliações)

Por Redação SM - redacao@sm.com.br -

Notícia chega um mês depois da varejista norte-americana negociar a filial brasileira

Depois de negociar o controle da operação brasileira e aceitar proposta de fusão com o maior concorrente no Reino Unido, agora o Walmart pode vender seus negócios no Japão, mercado em que a empresa atua há 16 anos.

A empresa tem consultado bancos acerca da venda de sua rede de supermercados Seiyu, mas a expectativa, segundo fontes do setor, é de que o negócio ainda demore para ser concretizado. 

Fontes ligadas a uma grande empresa de aquisições acreditam ser inevitável o interesse por parte de grupos de private equity no Seiyu, no entanto ponderam que os obstáculos para a definição dos negócios podem ser grandes.  “Quando você olha para a lista de fracassos de varejistas estrangeiros no Japão, é bastante difícil imaginar trazer alguém que consiga administrar um grande caso de recuperação das finanças do Seiyu. Se o Walmart não conseguiu, você já sabe que é difícil”, afirmou uma das fontes, com larga experiência em compras de empresas por grupos de private equity.

Caso o Walmart deixe o mercado japonês, não será um caso isolado. Tesco e Carrefour já desistiram de suas operações no Japão após não encontrarem a estratégia certa para atrair os consumidores por lá.

 

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Com soluções diferenciadas e muitas vezes a um custo mais acessível, as startups têm ajudado empresas de diferentes setores a resolver os problemas mais diversos. Diante disso, você já pensou em ter uma startup como parceira do seu supermercado?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade